O que fazerTailandia

Curso de mergulho em Koh Tao, na Tailândia

Quando falamos em Tailândia, pensamos logo nas praias paradisíacas e na fantástica fauna marinha que deve existir por lá. Pois foi pensando exatamente nisso, que eu e mais sete amigos resolvemos tirar nossa Diver’s License por lá mesmo.

Koh Tao, na Tailândia
Koh Tao, na Tailândia

Para começo de conversa, durante as nossas pesquisas, descobrimos que Koh Tao era o paraíso do mergulho na Tailândia. E realmente a cidade respira mergulho. Praticamente todos os hotéis e hostels do lugar oferecem curso de mergulho, alguns na certificação PADI e outros no SSI, que foi a certificação que eu e meus amigos escolhemos. Optamos pelo SSI pois não seria preciso comprar livros (o que seria um peso a mais nas mochilas) e a única “desvantagem” era que não existe um sistema integrado no qual constamos como mergulhadores, então teríamos que carregar nossas carteirinhas quando quiséssemos mergulhar.

Koh Tao, na Tailândia
Koh Tao, na Tailândia

Meus amigos e eu estávamos em Koh Phangan, outra ilha da Tailândia e para chegar em Koh Tao, pegamos um ferry boat no píer de Phangan, que demorou cerca de meia hora entre uma ilha e outra. Já tínhamos reservado o hostel e o curso de mergulho daqui do Brasil mesmo, assim como tudo na viagem. Nosso hostel, o Big Blue Diving, tinha serviço de transfer disponível, então na chegada do nosso ferry boat, aguardamos por cerca de meia hora até o carro do hostel chegar. Eles nos buscaram e ao chegar no Big Blue fomos recebidos pela simpática G (lê-se Gee), que nos explicou timtim por timtim sobre nosso curso e estadia no hostel. Aliás, a estadia é um post à parte, mas adianto que todos saímos satisfeitíssimos do Big Blue.

Koh Tao, na Tailândia
Koh Tao, na Tailândia

Nosso curso de mergulho durou cinco dias e posso dizer que foi muito mais diversão do que qualquer outra coisa. No primeiro dia já tivemos a nossa primeira aula à noite, um pouco depois que chegamos. Foi totalmente teórica e assistimos a alguns vídeos. Nesse dia erámos uma turma grande e a G nos explicou que no dia seguinte pela manhã, nossa turma iria se dividir em dois e cada parte teria aula com um instrutor diferente.

Curso de mergulho em Koh Tao, na Tailândia
Curso de mergulho em Koh Tao, na Tailândia

No dia seguinte lá fomos nós para a segunda aula teórica, que durou a manhã inteira. Nosso instrutor se chama Iain e é um escocês gente boníssima que manda muuuito bem, tanto no conteúdo teórico, quanto no prático. Além de ser excelente mergulhador, ele é muito divertido e nos explicava tudo com muitos exemplos (e alguns desenhos hehe), tudo em um inglês claro e impecável. Depois que terminamos, ele nos levou pra praia e de cara já aplicou nossa primeira prova, que foi um teste que era pra verificar se estávamos ligados nos paranauê do mergulho… Brincadeira! Era para saber se estávamos aptos a sequer começar o curso: tivemos que nadar um grande pedaço da praia e depois boiar… Tranquilo e, na minha opinião, a parte mais difícil do curso. Depois de nadarmos e boiarmos, fomos para a nossa primeira aula prática, que foi na piscina e foi bem divertido. Nessa parte aprendemos algumas habilidades que deveríamos aplicar durante os nossos mergulhos no mar, que seriam nos dias subsequentes.

Curso de mergulho em Koh Tao, na Tailândia
Curso de mergulho em Koh Tao, na Tailândia

O terceiro dia do curso de mergulho foi o dia da nossa prova teórica e também do nosso primeiro mergulho sozinhos no mar, ou seja, sem um instrutor nos guiando pelo cilindro e cuidando da quantidade de ar que usamos. Quanto à prova, fomos todos aprovados com louvor. Era bem fácil e como estudamos juntos, facilitou bastante. Depois da prova, todos nós fomos para o momento mais esperado da viagem: nosso mergulho no mar. Para chegarmos ao nosso primeiro ponto de mergulho, pegamos um barquinho na praia de Sairee que nos levou ao barco maior, aonde várias turmas estavam realizando seus mergulhos e provas. Nos preparamos, colocamos nossas roupas, checamos tudo e enfim, mergulhamos na água. Para descer, usamos uma corda presa ao barco para ir descendo aos poucos, pois todos tínhamos de descer juntos, e além disso, ao colocar a cabeça dentro d’água, era possível ver um monte de bolhas subindo, ou seja, muita gente mergulhando embaixo da gente. Neste dia mergulhamos em dois pontos diferentes: Twins e Japanese Gardens, que são lugares incríveis e com uma fauna marinha riquíssima. Vimos muitos peixes diferentes, corais, etc., mas o que mais queríamos ver, que era a tartaruga marinha e o turbarão baleia, não conseguimos achar. Também passamos na prova das habilidades e fomos todos, inclusive o Iain, tomar uma cerveja pra comemorar o momento – Iupiii!

Mergulho em Koh Tao, na Tailândia
Mergulho em Koh Tao, na Tailândia

Enfim chegamos no quarto e último dia do curso de mergulho, no qual aplicaríamos mais algumas habilidades em mar e seríamos filmados, o que gerou bastante expectativa e nos deixou bem mais animados, pois até então não tínhamos nenhum registro do nosso curso. Quem filmou nossas peripécias marinhas foi o Jay, um cara muito simpático, que fez um vídeo irado, emocionante e engraçado de nós sete. Nos dois últimos mergulhos, fomos em dois pontos diferentes: Chumphon e White Rock. A visibilidade estava um pouco melhor do que no dia anterior. Iain nos explicou que fomos na época da Lua Cheia, o que pode diminuir um pouco a visibilidade (isso nos deixou um pouco decepcionados, mas depois que ele explicou, entendemos que erramos a época do mês hehe). Na hora em que estávamos descendo pela corda, Iain viu um peixe chamado Triggerfish, que estava com uma anteninha que ele tem na cabeça, em pé, o que significa que ele estava estressado… Então tivemos que subir e descer novamente por outra corda. As habilidades que foram testadas nesse dia, foram as mais difíceis na minha opinião, porque uma delas era retirar a máscara embaixo d’água e depois recolocar, expirando todo o ar pra tirar a água de dentro. Eu acabei engolindo um pouco de água, respirando mais um pouquinho, mas no fim deu certo e eu passei! Subimos no barco felizes comemos algumas frutas, pegamos nosso bote e voltamos pra Sairee.

Koh Tao, na Tailândia
Koh Tao, na Tailândia

Todos voltamos muito felizes e ansiosos, pois à noite seria o happy hour do Big Blue para recebermos a nossa carteirinha de mergulhadores licenciados e assistirmos ao nosso vídeo. Foi a maior festa pra gente. Pegamos a nossa carteirinha, bebemos Chang, brindamos e assistimos ao nosso vídeo tão esperado. Koh Tao definitivamente é um lugar pra voltar.

INFORMAÇÕES ÚTEIS

Serviço utilizado: Big Blue Diving (hospedagem e curso no mesmo lugar)
Valor: R$850,00
Detalhes: 5 dias no total (sendo 4 de curso). São quatro mergulhos em quatro pontos diferentes: White Rock, Chumphon, Japanese Gardens e Twins.
Inclui: hospedagem, traslado hostel-pier e pier-hostel, curso, lanche no barco e equipamentos e material utilizados durante o curso.


 
Boas Viagens e lembrem-se….Seu destino é você quem faz!
 
VIVA EXPERIÊNCIAS intrip.com.br
CURTA facebook.com/intripBR
SIGAtwitter.com/intripBR
VEJA instagram.com/intripBR
ASSISTA: youtube.com/intripBR
 
Post anterior

Viajante secreto - 2014

Próximo post

Comida di Buteco 2015