Beber & ComerDestinosnormalO que fazerPetrópolis

Cervejaria Bohemia em Petrópolis (RJ)

Petrópolis é uma cidade da região serrana do Estado do Rio de Janeiro, tem várias atrações turísticas e é conhecida como “Cidade imperial“, pois foi fundada em 1843 por Dom Pedro II e abrigou a residência oficial de verão da família real. A cidade teve muita influência de europeus, pois recebeu várias famílias de imigrantes, principalmente alemãs, que hoje compõem bairros do primeiro distrito (centro).

E foi um desses imigrantes alemães, Henrique Kremer, que produziu pela primeira vez no Brasil (1853), uma cerveja do tipo pilsen composta por insumos importados, especialmente selecionados pelo mestre cervejeiro. E foi assim que nasceu a Cervejaria Bohemia, a primeira do Brasil.

E claro, como sou boêmio e apreciador da cultura cervejeira, não pude deixar de visitar esse espaço incrível! Foi realmente uma experiência fantástica….

bohemia_jul13_alquimiaCervejaria Bohemia em Petrópolis-RJ

Chegamos em Petrópolis por volta de 11h45 da manhã, fomos em um grupo com outros amigos também blogueiros (dos blogs: Diário do Rio, Turista Profissional e BigSense). O dia escolhido para nossa visita não poderia ter sido melhor, foi em um sábado durante a Bauernfest, uma festa de cultura alemã que acontece todo ano na cidade.

O objetivo da visita é mostrar um dos mais completos centros de experiência cervejeira do mundo, um espaço de mais de 7 mil m², onde os visitantes tem a oportunidade de conhecer de forma interativa a história, as curiosidades e todo o processo da fabricação da cerveja. A tecnologia está sempre presente no passeio, logo no início você já pode cadastrar seu perfil em redes sociais para compartilhar suas atividades em cada etapa percorrida. Basta registrar seu perfil no Facebook ou Twitter e depois fazer check-in em totens espalhados ao longo do caminho, usando o código de barras de uma pulseira recebida na entrada. Desta forma, se você quiser, todas as suas atividades podem ser compartilhadas!

bohemia_jul13_cervejariaEntrada da cervejaria, perto do famoso Palácio de Cristal.

bohemia_jul13_duplaintripDupla do intrip, na recepção da Cervejaria

bohemia_jul13_registroCadastro de email e redes sociais para interagir durante o tour.

A visita é muito divertida e ao mesmo tempo bastante educativa, pois são cerca de 1h30 de tour para conhecer muita coisa sobre o universo cervejeiro. São mais de 20 ambientes que mostram como a cerveja está presente na gastronomia, na cultura, no bem-estar, no meio ambiente e sem esquecer do consumo responsável.

A saga da Cerveja

O tour começou por um túnel que mostra a história da cerveja através dos anos, uma verdadeira timeline cervejeira, que mostra a evolução desde a pré-história até os processos de produção nos dias de hoje. Além de muita informação, neste momento, já é possível interagir e usar uma máquina para criar seu próprio brasão familiar (semelhante aos que os donos de Tavernas da idade media usavam para dizer a procedência da cerveja vendida) e depois ainda podiamos compartilhar via rede social. Essa fase termina com uma homenagem à cidade de Petrópolis, no espaço “Praça Koblenz“. Uma referência ao local fundado em 1845 pelos primeiros colonos alemães que chegaram à cidade, e que ficava em frente à cervejaria.

bohemia_jul13_timeline3Inicio da “timeline cervejeira”

bohemia_jul13_timeline1Tecnologia ajudando a transmitir a hsitória da cerveja

bohemia_jul13_brasaoFizemos nosso próprio brasão, igual aos usados nas tavernas da idade média.

bohemia_jul13_fabricaSimulação da linha de produção da cervejaria

bohemia_jul13_koblezUma homenagem pela antiga parceria entre a cidade e a cervejaria.

Conhecendo o processo do mestre-cervejeiro

Depois de conhecer a história da cerveja, começamos a seguir por salas que contam tudo sobre o processo de produção usado pela Cervejaria Bohemia ao longo de sua própria história. Primeiro chegamos na “Sala do Mestre“, onde estão expostos documentos, objetos e particularidades dos mestres cervejeiros. Além disso, assistimos um vídeo que conta sobre a alquimia dos ingredientes naturais que resultaram no que eles chamam de “Família Bohemia“.

Em seguida passamos pela “Sala de ingredientes” onde é mostrado o papel e a importância de cada um deles (água cervejeira, malte, lúpulo e o levedo). Cada sala tem um funcionário (guia), que explica todo o processo. Na sala dos ingredientes o guia oferece aos visitantes um pouco de malte puro, pra quem quiser experimentar.

Logo depois chegamos nas salas de “Alquimia e Transformação“, onde foi mostrado o processo final da produção, que é dividida em duas partes. A primeira, conhecida como parte quente, onde o processo forma um “suco” com a mistura de água, malte e lúpulo. Na segunda parte esse “suco” passa pelo resfriamento, fermentação, maturação e filtração para se transformar em cerveja.

bohemia_jul13_mestre3Entrada da sala do mestre cervejeiro

bohemia_jul13_mestre2Dentro da sala do mestre cervejeiro

bohemia_jul13_objetos2Objetos históricos e curiosidades da cultura cervejeira

bohemia_jul13_salaAguaSala dos ingredientes, caminho da água cervejeira

bohemia_jul13_malteSala dos ingredientes, mostrando a importância do malte.

bohemia_jul13_alquimia3Sala de Alquimia e transformação.

bohemia_jul13_alquimia5Sala onde a primeira parte da produção era realizada.

bohemia_jul13_alquimia2Sistema de transição para que os ingredientes virassem cerveja.

No final desta sala, depois de passar por todo o processo, a cerveja chega no momento do controle de qualidade do Mestre cervejeiro, que vai degustar e julgar se a cerveja produzida está perfeita. E é nesse momento que o nosso guia nos convida para degustar a cerveja diretamente da fonte e então abre uma “porta secreta” onde se revela uma gigantesca chopeira, é a Bohemia na fonte, é hora de todos nós degustarmos o chopp pilsen.

bohemia_jul13_brinde2Na sala de controle de qualidade do mestre cervejeiro.

bohemia_jul13_fonteDegustando cerveja direto da fonte.

Mas a degustação não parou por ai! A Bohemia produz vários tipos de sabores de cerveja (Pilsen, Weiss, Confraria e Escura) e cada uma de suas variantes tem um ritual próprio de degustação. Depois de provar da Bohemia da Fonte, fomos para uma outra sala, uma espécie de bar, onde aprendemos a degustar a cerveja usando nossos 5 sentidos. E nesse momento degustamos a ótima Bohemia Confraria, uma cerveja um pouco mais encorpada e com sabores diferenciados, é possível inclusive sentir um pouco do cravo (um dos componentes de sua fórmula).

bohemia_jul13_degustaRitualNessa sala é ensinado degustar usando os 5 sentidos.

bohemia_jul13_degusta_fabDegustando uma Bohemia Confraria

Tecnologia e diversão

Depois de aprender tanto sobre a história, do processo de produção e degustar um pouco de cerveja, chegou o momento onde a tecnologia e a interatividade chegam para fazer os visitantes se divertirem ainda mais! Entramos no Estúdio, onde é possível explorar alguns temas que fizeram parte da visita, tirar fotos em máquinas temáticas, jogar em telões interativos e ainda enviar as fotos tiradas para nosso email ou direto em nossas redes sociais.

bohemia_jul13_jogosTelões com jogos interativos com tecnologia Kinect.

bohemia_jul13_jogos2Telas temáticas e interativas para tirar e enviar fotos.

A visita é finalizada através da Vila Bohemia, onde é possível ver na realidade onde é produzida atualmente as cervejas da “Famíla Bohemia”, depois nós fomos direto para o Boteco Bohemia, para colocar em prática o que aprendemos, ou seja, degustar cerveja e aproveitar a gastronomia tipica cervejeira!
Nós optamos por sanduíche de calabresa e pernil. Depois uma linguiça com provole pra “petiscar” e claro..mais cerveja Confraria e pilsen para acompanhar! É, dali pra frente foi fazer o que bons boêmios fazem….um bom papo com amigos em uma mesa de bar!

bohemia_jul13_botecoBoteco Bohemia

bohemia_jul13_sanduba2Sanduíche de Linguiça calabresa

bohemia_jul13_sanduba1Sanduíche de Pernil

No final da visita, até minha Dupla de viagens (Kamily Feitosa), que não gostava de cerveja, passou a gostar! Pois degustou a Bohemia Confraria ecurtiu muito! Obrigado pessoal da Bohemia, agora a Dupla do INTRIP tem como brindar bebendo cerveja juntos! rs

bohemia_jul13_degusta_kamMinha Dupla não gostava de cerveja! Mas a Bohemia Confraria ela curtiu!

bohemia_jul13_brinde1Agora a Dupla do INTRIP pode brindar com cerveja! Obrigado Bohemia!

Onde Fica

Rua Alfredo Pachá, 166 – Centro Histórico – Petrópolis-RJ

Exibir mapa ampliado

Funcionamento:
Quarta à Sexta das 11h às 18h
Sáb, Dom e Feriados: 11 às 20h

Preço:
R$ 19,50 (inteira)
R$ 9,50 ( estudantes, idosos e moradores de Petrópolis)
Grátis para menores (somente acompanhandos dos Pais/responsáveis)

 

VEJA O ÁLBUM COMPLETO DE FOTOS
ASSISTA O VÍDEO DESTA VISITA
 
 
 
Boas Viagens e lembrem-se….Seu destino é você quem faz!

VIVA EXPERIÊNCIAS: intrip.com.br
CURTA facebook.com/intripBR
SIGA twitter.com/intripBR

Post anterior

Como subir a Pedra do Sino

Próximo post

VIDEO: tour na Cervejaria Bohemia

Comentários