BarcelonaCorrespondenteEspanhanormalO que fazer

O que fazer em Barcelona no verão?

Nosso irreverente correspondente de Barcelona está de volta! Ele que assina seus textos com o pseudônimo de Homer, até porque tem gosto muito parecido com o personagem da família Simpson, vai nos contar grandes novidades do verão em Barcelona!

Eu já estive na cidade nessa época do ano e posso dizer que o clima realmente é muito bom, com certeza é o melhor para fazer uma viagem por lá! E não digo isso só pelo clima do tempo, mas o clima da cidade, das pessoas mais dispostas e animadas! Enfim…vamos ao texto de nosso amigo, tenho certeza de que, além das dicas, ele nos trará muito divertimento com seu texto irreverente!

Abraços e boa leitura,
Editor blog intrip!

Fim de festa ou começa a noiteFim de festa ou começa a noite (foto: reprodução internet)

Saudações, cidadãos!

Lá se passaram semanas desde meu último texto, enquanto o sol aquí – diferente do Brasil agora – vem preparando a terra e fazendo o aquecimento pro momento mais esperado do ano pra esse povo europeu: O VERÃO! É, se os ânimos mudam com a primavera, no verão então ninguém segura. É dia e noite com coisas para fazer; a verdade é que a cidade não pára.

NOTA ECONÔMICA: um pequeno lembrete antes de começar: o câmbio atualmente está por volta de 2,65, então pode vir preparado para investir (isso mesmo, o substituimos pela palavra gastar – porque viajar é um investimento cultural, social e intelectual).

ATENÇÃO, momento desabafo do nosso correspondente:
Aí você pergunta: como assim? Fácil: o Brasil tá caro pra cacete, ridículo; cada vez que eu vou, me assusto mais. Pra vocês terem uma idéia, o Rio hoje está umas 5 vezes mais caro que Barcelona. Isso mesmo! É só fazer as contas; uma pessoa aquí que ganha 1.000 euros pode “sobreviver bem”: paga o aluguel, as contas, come bem (dentro de uma dieta normal – filé mignon todo dia, não!), pode dar umas saidinhas, tomar sua cervejinha e até comprar alguma roupa.
Obs: conheço neguinho tão mão-de-vaca que até consegue guardar bastante dinheiro….mas também não vive, né? Bem, cada um sabe o que faz.

Voltando; no Rio pra fazer tudo isso você precisa de no minimo uns 4.500 ou 5.000 reais, sem contar o tempo que você perde pra chegar no trabalho, ter que ouvir funk de celular dos outros e sentir aquele cheiro de nhaca suvaquenta dentro do ônibus…(e se você é mulher, temos que inlcuir a famosa coxada). Se vai de carro, só se ferra no engarrafamento e no preço da gasolina – aumento do custo de vida.

Resumo da ópera! O que eu quero dizer com toda essa ladainha é que aquí o teu dinheiro vai ser mais aproveitável. Você pode ter um bom almoço por menos de 10 euros fácilmente (até 5, se procurar bem), com direito a 2 pratos, bebida, sobremesa e cafezinho – e se forem com a tua cara, até rola um shotzinho (chupito, como chamam aquí; de orujo de ervas, de preferência). “Toma cachaça, caráio!”

As diferentes praias dentro da cidadeMapa de praias do centro da cidade (foto: reprodução internet)

 

POIS, EIS AS DICAS…

Praias: vai na fé, aquí é ficar de papo, dar uma boa nadada, jogar um volley de praia (que agora virou epidemia aquí) e relaxar.

Claro que tem que ficar ligado nas tuas coisas, se estiver sozinho pede para alguém dar uma olhada quando for na água – coisas do bom senso. Uma coisa muito boa: o som ambiente é outro; substitui-se o “ô, empada, esfiha, mate geladôôôôôô!” por “cerveza, beer? Muy fria, amigo?” E normalmente os chiringuitos (quiosques daqui) com boa música que muitas vezes não te deixam ir embora. Ah, e para galera nova: aquí rola topless e nudismo semi liberado (o último só em praias habilitadas, mas vocês vão ver muita gente pelada por aí).

Nota pessoal: ainda que seja muito famosa, a praia de Barceloneta é uma bosta; só vale a pena pra dar uma caminhada, uma corrida pela orla, tomar uma cervejinha em alguns bares e pra galera mais “nostálgica”, tomar um sorvete (porque não?).

Se tem isso na tua frente, quer dizer que está em BarcelonetaBarceloneta (foto: reprodução internet)


Costa Brava - onde a magia se mistura com o prazer. Olha isso!Como chegar nas praias:
Pegue o trem e vá para Sitges, um vilarejo bem bacana. Castelldefells, idem. Ambos têm boas praias, principalmente Castelldefells; lá sim rola de correr na areia, e é show (Romário e R10 tinham casas nesses 2 lugares, então por alguma razão seria, né?). São perto e sai barato o ticket – olha aquí (www.tmb.es) os horários e preços

Costa Brava também é uma ótima opção – tem várias vilas, cada uma mais bonita que a outra – e ainda não tem tanta gente. Se procura tranquilidade, vai na boa.

Cadaqués, imprescindível. Rola de acampar em boas condições num camping BBB (bom, bonito e barato), ou se preferir hotéis e pensões.VEJA AQUI algumas opções (sai mais barato que ir à Rio das Ostras ou Búzios, por exemplo). O lugar é inspirador, não é à toa que foi o berço de Dali. E claro, estando por ali, dá uma esticadinha e vai no Museu Dali, na cidade de Figueres; parada obrigatória.

Sitges - território rosaSitges (foto: reprodução da internet)

FESTIVAIS DE VERÃO:
Cartaz do Sonar desse ano

Tem vários, mas darei destaque pro Sonar Music Festival; é um dos melhores. VEJA AQUI a programação de 2013, vale muito a pena. Esse ano umas das estrelas são Pet Shop Boys e Kraftwerk!. Preço por dia acessível, ainda mais se comparamos com o Brasil. E infelizmente uma verdade: o show em si costuma ser melhor do que nos países sulamericanos…é fato – falarei disso outro dia. Obs: outra ótima opção é o Offsonar, muito mais barato e mais alternativo.

NO SEU TEMPO LIVRE:
Uma atividade maneiríssima é ir ao cinema ao ar livre. VEJA AQUI a programação; a única pena é que dura só 1 mês. E é super concorrido. Mas o fato de ver bons filmes, fazendo piquenique, num mega telão no Castillo de Montjuic é algo a ser muito considerado no tua agenda.

Pula fogueira!Festa de San Juan (foto: internet)

E pra finalizar, a festa de San Juan (São João), celebrado cada 23 de junho. É como se fosse o nosso reveillon no meio do ano. Desde todo mundo vestido de branco à uma noite com direito a pré e pós festa “oficial”, passando pela parada obrigatória: a praia.

Essa festa é talvez o acontecimento mais importante do ano por várias razões:

1- abertura oficial do verão = fogo no rabo
2- início ou pré-início de férias pra muitos (digo, pra quem ainda tem trabalho) = fogo no rabo
3- os dias são mais longos, com mais horas de sol (mas continuam tendo 24, ok?) = fogo no rabo
4- essa noite vale tudo: pegação, bares abertos até amanhecer, gente nadando pelada, você encontra aquela vizinha que há séculos nao vê e sempre quis pegar (e acaba pegando), etc = fogo no rabo
5- fazem show de fogos artificiais, rola de ficar na praia a noite toda em festa, nego pula fogueira = fogo no rabo literalmente!

“É a celebração do solstício” que significa a “virada de ciclo no ano”, o “momento de fazer a colheita”, blábláblá….Tudo vale para justificar a zuação!

Nota pessoal: essa festa é TOTALMENTE PROIBIDO perder; se tiver planos de ir a outros lugares esse dia, mude!

Visão privilegiadacelebração do solstício de verão (foto: internet)

É isso aí, galera, vou continuar tomando meu solzinho pra ver se de alguma forma essa cor amarelada simpsoniana escurece um pouco.

Fui!

H.S.

 

TEXTO ESCRITO PELO CORRESPONDENTE:

Homer. S.
Ele saiu em busca de novas aventuras, bares, bebidas, comidas (hummmm), mulheres (hummmm 2) e claro, experiencias inesquecíveis que só viajando se consegue. Ah, e idiomas, que por enquanto, já vão 7! E subindo!

 

Boas Viagens e lembrem-se….Seu destino é você quem faz!

VIVA EXPERIÊNCIAS: intrip.com.br
CURTA facebook.com/intripBR
SIGA twitter.com/intripBR

Post anterior

Rio+ por uma cidade de soluções

Próximo post

Viajar para Tunísia - O desembarque