Beber & ComernormalRio de Janeiro

Ogros e gastronomia

Quantas vezes você já se perguntou, depois de degustar um saboroso prato num restaurante, como você poderia comer esse mesmo prato em casa? E claro, logo pensa que não é capaz de fazer algo tão saboroso, porque você na verdade é uma negação na cozinha e acha que nunca poderá aprender fazer nada tão bom! É para desmistificar isso que um grupo de amigos há 2 anos se reuniu para provar que qualquer um pode sim, aprender e fazer ótimas receitas. Os caras se auto-intitulam “ogros”, pois não tem ferscura para cozinhar e apesar de não fazerem o estilo “chef francês”, mostram que entendem muito do assunto e cozinham de maneira simples e prática! Eu fui conferir um almoço feito por eles em um restaurante na Lapa (RJ)….


Os amigos Jimmy McManis, Betho Alves, Ricardo Boris Henningsen, Guto Senra e Marcelo Neves se juntaram há quase dois anos para criar a Ogrostronomia. Apaixonados por cerveja, rock and roll e gastronomia, o objetivo deles é mostrar que cozinha (gastronomia) independente do conhecimento é uma prática simples que pode ser realizada por qualquer pessoa.

Depois de gravar várias “aulas” em vídeos onde mostram e falam sobre cozinha com muito bom humor e com aquele jeitinho delicado de Ogro, o grupo resolveu promover almoços e jantares temáticos em bares e restaurantes cariocas, onde o público tem chance de conhecer essas figuraças de perto e ainda apreciar pratos diferentes!

 

Estive em um almoço realizado no La Esquina Teatro Bar, na ocasião o prato era o “StrOGROnoff“. Porém, o tradicional prato de origem russa, tinha um toque especial dos Ogros, algo um pouco mais picante, mais encorpado, não sei dizer ao certo mas realmente era bem diferente e bom pra caramba! Tanto que terminei comendo uns 3 pratos!!! E olha que são pratos bem generosos!

O bacana é que esse almoço tem um clima bem agradável, onde você pode chegar com os amigos e família, bater um papo e beber uns drinks antes. Em seguida são os próprios Ogros que levam os pratos na mesa, desta forma você pode conversar, tirar dúvidas, parabeneizá-los (com certeza você vai querer fazer isso!) e claro, pedir um “repeteco”. Em cada restaurante/bar que eles vão tem um esquema de pagamento, no caso deste almoço, o valor era R$30,00 e era possível comer quantos pratos você conseguisse aguentar, porque os Ogros não paravam um minuto de trabalhar na cozinha!

 

Fica a dica para aproveitar um programa diferente, conhecer uma boa culinária no Rio de Janeiro e se divertir bastante. O pessoal do Ogrostronomia normalmente é encontrado sempre no primeiro sábado do mês no La Esquina e as terças a noite no Boteco Salvação.

Então viva essa experiência diferente com os Ogros e descubra sabores que você não imaginaria poder encontrar, inclusive nos pratos mais tradicionais. E depois de participar de uma degustação deles, tenho certeza que quando estiver em casa, você vai lembrar da filosofia Ogrostronomia e vai tentar fazer algo na cozinha. “Queremos demonstrar que cozinhar não é tão complicado quanto as pessoas pensam, além de ser um ótimo motivo para juntar os amigos para bons momentos ao redor das receitas”, explica Marcelo Neves, um dos Ogros do grupo.

Acompanhe a Fanpage do grupo, onde os Ogros vão contar novidades, curiosidades e atualizar a agenda e o calendário de eventos deles!

 

Boas viagens e lembre-se….Seu destino é você quem faz!

CURTA facebook.com/intripBR
SIGA twitter.com/intripBR

Booking.com
Post anterior

Eventos de turismo desembarcam no Rio!

Próximo post

Argentina: Feira de San Telmo

Comentários

    1. Que bom que gostou Lud!! Aproveite que esse sábado tem a chamada “invasão”..Aliás, todo o primeiro sábado do mês tem almoço no La Esquina Teatro Bar. Vale a pena!

  1. […] Depois do favela tour, vamos todos para a Casa Beludi, um belo Bed & Breakfest que nos faz sentir literalmente em casa! Lá teremos uma “intervenção gastrônomica” feita pelo grupo OGROSTRONOMIA, que tem como conceito, mostrar como é simples para qualquer pessoa poder aprender a cozinhar pratos fora do comum! (Nós já fomos em um intervenção dos Ogros, veja como foi!) […]