ArgentinaBuenos AiresCorrespondenteDestinosnormalO que fazer

Argentina: Feira de San Telmo

Amigos “intripers“, hoje temos uma estréia aqui na coluna “Correspondentes“. Tenho o prazer de apresentar uma grande amiga minha, que resolveu ir para Argentina para viver uma bacana história de amor….bom, mas isso é outra história! Rivana Sassone é uma profissional de marketing apaixonada por fotografia, literatura e claro, conhecer lugares diferentes!

No seu texto de estreia aqui como colaboradora do INTRIP, ela nos conta um pouco sobre a tradicional “Feira de San Telmo” que acontece em Buenos Aires. Achei muito bacana e me lembrou bastante a “Feira do Lavradio” que acontece todo primeiro sábado mês no Rio de Janeiro, a diferença que em vez de sambinha, lá rola muito tango!
Bom, acho melhor vocês mesmos lerem o ótimo texto de nossa correspondente na Argentina e deixarem seus comentários dizendo o que acham…

Todos os domingos desde 1970 acontece na Praça Dorrego, de 10 as 17 horas uma das mais tradicionais feiras da cidade de Buenos Aires, que tem como principal atração objetos de antiguidades, artesanato, tango e culinária. Assim é a Feira de San Telmo, famosa por manter a magia e a atmosfera dos tempos antigos, lugar para relembrar e valorizar a história, a praça se veste de feira e tudo vira festa!

O bairro de San Telmo é considerado o postal colonial da cidade por conservar sua arquitetura, é um bairro boêmio, onde a música se faz presente através do tango e das milongas, o lugar mais que perfeito para a realização de uma feira tão especial. A rua Defensa dá início a feira com várias barracas de artesanatos variados, artigos de couro, roupas e sapatos, antiquários, objetos de decoração, artistas de rua e restaurantes.

A volta no tempo é inevitável, ao caminhar por essas ruas de pedras, o ambiente nos faz lembrar um passado nostálgico, onde os objetos da época dos nossos avós ou tataravós são mais valiosos do que nunca, e admirados por todos como peças únicas e realmente especiais.

O bairro se prepara bem cedinho para receber os mais de 10 mil visitantes compostos por turistas de todo o mundo. Os brasileiros estão sempre presentes e são considerados alegres e simpáticos, preferindo os artigos coloridos e os metais antigos. Difícil é escolher o que se quer comprar diante de tamanha variedade e opções, mas o bom é que ninguém vai embora de mãos vazias, sempre dá para comprar lembranças para os amigos e parentes.

A feira segue com uma variedade de atrações, como as estátuas vivas, os músicos e os bailarinos de tango. Há diversos restaurantes, e a cerveja, as empanadas e uma autêntica picada são as combinações perfeitas para um almoço ou lanche com os amigos, geralmente as mesinhas ficam do lado de fora e se pode curtir todo o visual e o clima animado da feira.

Esse pode ser considerado um passeio imperdível, então na sua próxima visita a cidade de Buenos Aires, inclua esse roteiro na sua viagem e aproveite para voltar ao passado de forma muito divertida, alegre e descontraída. Porque a Feira de San Telmo além de antiga e tradicional, é sem dúvida nenhuma apaixonante!

ANOTE algumas informações:

Onde: Rua Defensa, esquina Humberto 1, Plaza Dorrego, San Telmo
Quando: Domingos de 10:00h as 17:00h.
Como chegar: Caminhando desde a Preça de Mayo, umas 10 quadras pela rua Defensa. Ir até o Centro, até a praça de Mayo, através de ônibus, metro ou táxi.

 

TEXTO ESCRITO PELA CORRESPONDENTE:

Rivana Sassone,
Profissional de Marketing, carioca e vascaína, vive em Buenos Aires há 1 ano e meio. Adora escrever, ler, fotografar, cozinhar e conhecer lugares diferentes.

Booking.com
Post anterior

Ogros e gastronomia

Próximo post

INSCRIÇÃO 2º Encontro de Viajantes RJ

Comentários

  1. Eu simplesmente amo esta feira. Não há uma só vez que não passe por lá, se estiver no Domingo por BUE, claro. Chego a ficar triste se tenho que voltar antes de domingo…
    Super recomendo esta parada estratégica e ainda indico que estando por lá, se solte mesmo. Não fique na neura de ser um turista básico que compra e vai embora. Interaja, converse e dance tango. San Telmo faz bem pra alma 🙂

  2. Oi Naira…ahh você pode falar porque conhece bem a Argentina,não é mesmo?! Então, deu pra ver que foi uma ótima dica de nossa correspondente Rivana, certo?! Que bom que gostou!