Dica Rápidanormal

Não conta lá em casa, mas conta na TV!

Viajar para um lugar diferente, conhecer novas culturas e histórias de pessoas locais, saber mais sobre um destino do que aquilo que nos é mostrado pela mídia tradicional ou que uma operadora de turismo poderia lhe contar! Que tal uma viagem desse tipo?! Perfeito,certo? Mas e se adicionarmos a um roteiro desse, países com conflitos armados, cidades atingidas ou sobre risco de desastres naturais, além de conhecer povos sobre regimes de ditaduras ou culturas extremamentes diferentes e bem mais radicais do que estamos acostumados a ver? São com esses ingredientes adicionais que o jornalista e publicitário, André Fran, junto com mais 3 amigos produzem o programa de viagem, “Não Conta Lá em Casa“.

Tive a oportunidade de assistir uma palestra do André, que foi num estilo “pocket show“, já que o local era pequeno e tinha cerca de 10 pessoas. Na verdade foi quase uma reunião, mas foi ótimo, pois o clima de bate-papo foi bem melhor para poder conhecer as inúmeras histórias de André e de seus amigos para criarem e produzirem o programa com roteiros fora do comum….

O bacana do papo foi poder conhecer como nasceu o programa e como é possível ir em busca de um sonho, desde que você consiga planejar bem, arriscar na hora certa e acreditar no que você faz, seja qual for o seu projeto!
André nos disse que inicialmente seria apenas uma viagem de férias de 4 amigos surfistas para curtir as ondas da Indonésia, porém antes da viagem o país foi um dos antigidos pela Tsunami que devastou a Ásia em 2004, deixando centenas de milhares de mortos. É claro que a tragédia mudou seus planos, porém eles tiveram a ideia de fazer um documentário para registrar a aventura dos surfistas, a destruição e a reconstrução dos locais atingidos pelo tsunami. Depois de passarem alguns meses por lá e de captarem mais de 40 horas de imagens, passarem por situações ainda caóticas e só conseguirem viabilizarem o projeto porque planejaram e tinham contatos locais, enfim, foi produzido o documentário Indo.doc, que ganhou prêmios e teve um importante reconhecimento nacional.

Mas as dificuldades para se gravar num lugar devastado por um desastre natural daquela magnitude foi apenas o íncio do que estava por vir. Pois e agora? Como veicular o filme finalizado? Bom..como eles foram fazer uma viagem onde o assunto se tratava inicialmente de uma “viagem sobre surf”, conseguiram o apoio (não financeiro) do canal Sportv, o que apesar de não render dinheiro, rendeu muita visibilidade e repercursão em outros canais de mídia.

Depois de tanta repercursão eles imaginaram o porque de não fazer novos documetários seguindo a mesma linha? E desta forma acharam o foco do seu programa, seriam “4 amigos viajando para destinos inóspitos”, com o objetivo de mostrar a realidade do local em comparação ao que se falava na grande mídia.

Mas juntando o tempo de planejamento para uma viagem destas, de planejamento de roteiros, da produção, filmagem, pós-produção e distribuição, isso levaria muito tempo, cerca de pouco mais de 1 ano para cada destino escolhido. Foi então que eles decidiram mudar o formato de documentário (estilo longa de cinema) para uma versão menor (para TV). Com a mudança de objetivo (sem ter mais o apelo de surf) a única emissora até então que tinha aberto as portas, a SporTv, não fazia mais sentido exibir o programa proposto. Nesse momento eles foram aconselhados a procurar o Multishow. Bateram na porta deles com o projeto em baixo do braço e tiveram uma resposta quase positiva, pois faltava apenas um detalhe para uma aprovação definitiva, faltava gravar um programa piloto. Ai foi um tal de neguinho vender carro, pegar dinheiro emprestado no banco, com a família, enfim, era preciso arrumar dinheiro de qualquer maneira para fazer a primeira viagem e gravar esse programa inicial! Eles planejaram uma longa viagem para conhecer Mianmar, um dos países mais fechados e com uma das ditaduras mais brutais do planeta, trazendo imagens e histórias suficientes para 4 episódios. O projeto foi aprovado e até hoje é exibido pelo canal Multishow, indo este ano para sua quinta temporada.

Foi assim que nasceu o programa, um projeto de viagens a lugares atualmente em conflito ou estereotipados pela mídia, que explora a questão social e política dos lugares escolhidos e tenta mostrar a fundo as situações vividas pelos cidadãos e seus pontos de vista. O Não Conta lá em Casa “é muito mais que um projeto de trabalho, mas um projeto de vida!“, enfatiza André Fran.

Trailer da nova temporada(2012)

E além da TV, eles contam essas histórias também diretamente em escolas e faculdades, através do projeto “Não Conta na Aula”. Segundo André Fran, este projeto é uma é uma série de palestras apresentadas por dois ou mais membros do grupo, onde eles abordam questões culturais, políticas, sociais, econômicas e outras curiosidades dos países que visitam. Falando também sobre a parte de produção de TV, formatação do projeto, de amizade e as lições que aprendem e levam para sempre com eles após realizarem uma viagem.

E realmente isso é uma questão muito especial, saber que independente de ser um programa de TV, de ser trabalho ou por diversão, o quanto cada destino e experiência vivida em um lugar pode nos mudar e fazer refletir, pode nos tornar pessoas diferentes ou simplesmente fazer com que olhemos as coisas de um modo diferente. O papo com André também serviu para mostrar a importância de um bom planejamento, para que o tempo gasto no seu preparo seja recuperado no tempo que você vai economizar durante sua viagem e também, posivelmente, evitando situações indesejáveis. Serviu também para mostrar que planejar, arriscar e investir no seu sonho para fazer o que gosta, para ir onde gosta, para conhecer coisas e lugares por uma perspectiva diferente do que você está acostumado a ler por ai, isso não tem preço! E conquistar isso, só depende de você e de quanto você está motivado para calcular seus riscos e seguir em frente para atingir seus objetivos! E isso pode servir tanto para suas viagens, como pra sua vida!

Quem tiver interesse no workshop com as palestras da rapaziada do “Não Conta…“, seja em instituições de ensino ou empresas, é só entrar em contato (andrefran@base1filmes.com.br)!

 

 

Boas Viagens e lembrem-se….Seu destino é você quem faz!

CURTA facebook.com/intripBR
SIGA twitter.com/intripBR

Booking.com
Post anterior

Andando e Fotografando

Próximo post

Rio com desconto!

Comentários