Angra dos ReisIlha GrandenormalO que fazer

Viagem: Ilha Grande, DIA 02 – Meia Volta

Realmente a chuva apertou, então após alguns drinks e um bom papo resolvemos voltar, pois teriamos que acordar cedo no dia seguinte para o passeio e não sabiamos exatamente que horas era a partida. Opa…você não tá entendendo o ínicio deste post?! Ahh então ou você tem memoria fraca ou não leu o post do primeiro dia deste roteiro, Leia sobre “DIA01: Lopes Mendes”.

Mas vou falar do “Dia02”em Ilha Grande, que começou com muita expectativa! Acordamos cedo, saimos da pousada após um café da manhã reforçado e fomos direto para operadora de turismo para agendarmos nosso passeio do dia. Ficamos sabendo de uma passeio chamado “Volta na Ilha” que passa por várias praias e pontos de mergulho no lado norte e no lado sul. Porém, o tempo não amanhaceu muito bom. Após tanta chuva na noite anterior, até foi lucro começar o dia apenas com o céu um pouco nublado. Mas além das nuvens aconteceu, segundo os barqueiros locais, a entrada de ventos sudoeste, o que deixa o mar agitado e perigoso para quem vai ao lado Sul da ilha que é voltado para o mar aberto. Será que vamos conseguir fazer o passeio?!

Chegando na operadora de turismo descobrimos que não conseguiriamos por questão de segurança, não era prudente ir até o lado Sul da ilha de barco, tivemos então que optar por um outro passeio, o “MEIA VOLTA da ILHA”, já que esse passeio é apenas no lado norte, que é voltado para o lado do continente e não tem mar tão agitado, mesmo em dias de tempo fechado! Mas é um ótimo passeio que passa por lugares fantásticos também! O passeio não é muito barato, sai em torno de R$90,00 por pessoa, mas dura o dia inteiro, você segue de lancha(rápida) e em grupo pequeno, o que é melhor para aproveitar. Sem contar que são várias paradas ao longo do passeio e o “piloto” do barco fica praticamente à disposição do grupo.
Bom, como já tinhamos decidido fazer esse investimento, aguardamos ver se iria ter saída, pois a lancha tem capacidade para até 12 pessoas, mas eles só saem com no mínimo 4 pessoas a bordo. Demos sorte, porque foi justamente o que aconteceu, apenas mais 2 pessoas estavam conosco. Marcelo, um cara gente boa que mora no Japão e estava no Brasil para visitar Marcia, sua mãe, que, também era muito gente boa e, não só embarcou no passeio, como embarcava em todas as nossas brincadeiras e “piadas sem graças”que falavamos ao longo do caminho..rs!

Nossa lancha saiu do cais às 10h30, e o passeio começou a toda velocidade…a lancha não é chamada de “rápida” à toa! A sensação é muito boa, velocidade total, a lancha pulando as ondas, vento (frio!) na cara, mas muito bom!!! E foi numa velocidade íncrivel que chegamos na primeira parada, a “Lagoa Azul”. O nome na verdade inicialmente era “Praia do Sul de Fora”, mas como lembrava muito o lugar na Jamaica onde foi gravado o famoso filme nos anos 80, os moradores e vistantes passaram a chama-la assim. Chegando lá, aproveitamos que na lancha temos máscaras disponíveis para mergulho livre, fui logo caindo na água! Eita água fria! Mas depois que você acostuma, mergulha e começa observar a vida marinha do local, tudo vale a pena. Cardumes de peixes diferentes, um mais bonito que outro, tartarugas, corais e a raríssima aparição de um cardume de lulas nadando pertinho de onde eu estava, fizeram desse mergulho simplesmente uma experiência única!

O difícil é, depois que você começa a curtir, rapidamente chega a hora de ir embora. Deu vontade até de não ir mais pra lugar nehum, pois aquele mergulho já fez valer o passeio. Porém, tem muita coisa bacana pela frente, então vamos seguir! O tempo em cada parada pode variar e na verdade quem decide quanto tempo ficar somos nós mesmos, o nosso piloto apenas sugere algumas dicas de horários para que consigamos visitar todos os lugares planejados. No caso da Lagoa Azul, ficamos cerca de 50 minutos, porque realmente o lugar vale muito.

Lagoa Azul
Lagoa Azul

Seguimos agora para a praia de Aripeba, mas no caminho, paramos num ponto de mergulho para tentar ver um Helicóptero que afundou perto da costa da Ilha, em 1998 e virou atração turística ( para mergulhadores). Entramos na água para tentar ver os destroços que estão a cerca de 6 metros de profundidade, porém com o dia nublado a visibilidade da água neste ponto não estava muito boa. Só conseguimos ver uma borrão preto lá no fundo e como meus pulmões não estão preparados para aguentar um mergulho livre, sem nadadeira nesta profundidade, a melhor decisão foi continuar o passeio.

Chegando na praia de Aripeba, nos deparamos com um lugar calmo, uma pequena enseada de águas claras e bem verdes! Muito bonito! Aproveitando a tranquilidade do lugar, adiantamos logo nosso pedido do almoço e do barco mesmo já temos acesso ao cardápio do restaurante que vamos parar. O nosso piloto repassa nossos pedidos e enquanto tudo é preparado nós vamos fazer uma parada na “Lagoa Verde”.
A Lagoa Verde fica entre a Praia da Longa e a Praia Grande de Araçatiba, onde a Ilha Grande quase enconsta na Ilha da Longa, criando assim uma grande piscina natural. As águas claras refletem a mata que cercam as encostas da ilha e daí entendemos o nome do local. Podemos nadar por suas águas claras para apreciar a variedade de peixes da região e é normal encontrar tartarugas marinhas por lá. Mas nesse dia como a água estava muito fria, isso atraiu na verdade uma quantidade enorme de águas-vivas e por isso o mergulho terminou não durando muito. Mas foi muito bacana!

Praia de Aripeba

Praia de Aribeba

Chegou a hora de partir para a praia de Maguariquessaba, onde o almoço que já haviamos pedido de dentro do barco antes de ir para a Lagoa Verde, já estaria pronto. Chegamos e nos deparamos com uma praia muito bonita e tranquila, o restaurante montado na frente de uma casa na beira da praia, já tinha uma mesa reservada pra gente e foi o tempo de pedirmos uma bebida e logo nosso prato já estava na mesa. O Almoço ali não é dos mais baratos (cerca de R$100,00 p/2 pessoas), mas vale muito a pena, pelo ambiente e pela boa comida. No nosso caso pedimos camarão e peixe…huumm! Depois do almoço finalizado, vamos dar continuidade ao nosso passeio, temos mais duas paradas pela frente!

Chegamos numa enseada conhecida como “Saco do Céu”, nessa parte existe uma praia conhecida como a “Praia do Amor”. Diz a lenda que o casal que escrever seus nomes nas areias da praia ficarão juntos para sempre. Lógico que eu e Kamily, minha Dupla, escrevemos nossos nomes, só pra garantir!
Seguimos então dali para última parada do dia, a Praia da Feiticeira. O nome da praia é por conta de uma bela cachoeira que existe ali próximo, mas como estava muito tarde resolvemos não seguir a trilha que dura 40 minutos e mais o tempo que ficariamos lá, o que atrasaria de mais a nossa volta. Mas a praia em si é muito bacana e vale a parada, é um lugar mágico. Fim do dia, ja passava das 17h20 e tava na hora de voltar, mas no caminho nosso piloto passou por uma encosta onde fica uma pedra que parece um feto…bom, dai seu nome “Pedra do Feto”.

Maguariquessaba
Maguariquessaba

Retornamos para a Vila do Abraão por volta de 17h40 e chegamos com a sensação de que aquele dia foi uma dia bem especial. A experiência de uma passeio diferente, conhecemos num curto espaço de tempo lugares fantásticos e ainda fizemos novas amizades!
O passeio “Meia Volta” é um pouco mais caro relamente, mas acredito que, para quem tem condições, vale se planejar para investir nele. Com certeza todos nós não esqueceremos deste dia jamais! Mas não esqueça de pesquisar bastante, pegar informações sobre a empresa dona dos barcos, pois principalmente no caso de você resolver fazer um passeio da “Volta completa”, pode ser perigoso em dias de tempo fechado ou com ventos que alteram o mar, principalmente no lado sul da Ilha. O Passeio é muito bom, inesquicivel, sensacional, mas a segurança em primeiro lugar sempre!

Lagoa Verde


Saco do céu

 
"Praia do amor" (Saco do Céu) - Foto: Reprodução do vídeo
“Praia do amor” (Saco do Céu) – Foto: Reprodução do vídeo
Praia da Feiticeira (Foto: reprodução do vídeo)
Praia da Feiticeira (Foto: reprodução do vídeo)
Pedra do Feto
Pedra do Feto

 

 

Veja o Vídeo do SEGUNDO dia deste roteiro. “VIDEO: Ilha Grande, DIA 02 – Meia Volta

Veja o video do PRIMEIRO dia deste roteiro. “VIDEO: Ilha Grande, Dia01: Lopes Mendes

(EM BREVE)
Veja aqui o post sobre o TERCEIRO dia do roteiro, “Ilha Grande:Dia 03 – Dois Rios

Horários e valores do passeio, você consegue consultar e pesquisar na Vila do Abrãao, onde existem várias agências especializadas em passeios de barco para vários tipos de roteiros na Ilha.

 

Boas Viagens e lembrem-se….Seu destino é você quem faz!
 
VIVA EXPERIÊNCIAS intrip.com.br
CURTA facebook.com/intripBR
SIGAtwitter.com/intripBR
VEJA instagram.com/intripBR
Booking.com
Post anterior

Como chegar na Pedra da Gávea

Próximo post

VÍDEO Ilha Grande - Dia02: Meia Volta

Comentários